10 erros que você pode estar cometendo como iniciante no violão

Acredito que todos os iniciantes no violão aquisição do primeiro violão é muito emocionante. Assim que você pegar e dedilhar o bebê, você quer aprender tudo o que pode – notas, acordes, escalas, dobras, slides, tudo, tudo! – o mais rápido possível para deslumbrar amigos e familiares com seu talento. Quem sabe, você pode até ter aspirações de subir ao palco mundial com sua violão.

No seu zelo em aprender a tocar, no entanto, muitos músicos iniciantes no violão encontram potenciais obstáculos que, se não forem abordados, podem dificultar o progresso ou interrompê-lo por completo. Independentemente do seu nível de habilidade, é importante avaliar, de tempos em tempos, a maneira que você toca para garantir que você tenha bons hábitos de prática. Maus hábitos podem se arraigar e às vezes são difíceis de se eliminar. Corrigi-los assim que surgirem, ou melhor ainda, evitando-os completamente, é essencial se você quiser continuar a se tornar o músico que se propôs a ser. Aqui estão 10 erros comuns que muitos músicos iniciantes no violão (e alguns também experientes) cometem e sugestões de como superá-los.

Erro Nº 1 – Negligenciar A Afinar Seu Instrumento Antes De Cada Treino

AFINAR O VIOLÃO

Muitos iniciantes no violão não apenas não sabem como afinar o instrumnt, nem percebem quando o violão está afinado! Existem algumas razões pelas quais praticar um violão desafinado prejudica seu progresso. Antes de tudo, toda vez que você toca algo, seu cérebro tenta se lembrar e aprender a fazê-lo novamente. Se você tocar com um violão afinada corretamente, seu cérebro lembrará o tom das notas e aprenderá a reconhecer sempre que uma nota estiver desafinada, dando a você a oportunidade de corrigi-la. Por outro lado, se você pratica consistentemente em um violão desafinado, seu cérebro começará a pensar que o som está correto e não aprenderá a reconhecer os tons certos.

Em segundo lugar, se você pratica habitualmente em um violão desafinado, ouvir alguém que toca afinado fará você se perguntar por que você não soa tão bem. A dúvida pode surgir e desencorajá-lo a praticar. Muitos pessoas desistem do violão apenas por esse motivo.

Antes de tocar qualquer coisa no seu violão, verifique se o instrumento está afinado. Você pode comprar um afinador ou usar o afinador on-line.. Verifique a sua sintonia e depois verifique novamente depois de tocar algum tempo. E se você ainda não sabe afinar o violão, estabeleça como objetivo aprender como fazê-lo o mais rápido possível.

Erro Nº 2 – Praticando O Que Você Já Pode Tocar

Praticar o que você já sabe tocar é um dos maiores erros que os iniciantes de violão podem cometer. Se você se senta e toca apenas o que sabe, está apenas girando as rodas. A idéia aqui é avançar. Não há problema se você quiser tocar músicas que você conhece como aquecimento, mas quando você está aprendendo a tocar violão, precisa se esforçar para aprender a tocar coisas novas para evoluir constantemente como músico.

Se você ainda estiver tocando “aquela música de iniciante” por três meses e ainda chamando isso de prática, não estará progredindo. Toque músicas que você conhece, duas vezes por semana para mantê-las frescas em sua memória, e avance em aprender outras.

E enquanto estamos no assunto de aprender músicas, não deixe de aprender músicas completas. Você pode se surpreender ao saber quantos músicos não conseguem tocar uma música o tempo todo, do começo ao fim, em vez disso, eles tocam trechos de músicas ou eles tocam o riff de uma música ou alguns versos e depois passam para outra parte de outra música. Se o seu repertório nada mais é do que uma série de provocações, e talvez não polidas, o que isso diz sobre sua capacidade?

Erro Nº 3 – Evitando Acordes com Pestana

PESTANA

Aprender acordes com pestana é o maior salto que você dará em sua habilidade de tocar, e o primeiro grande obstáculo que você encontrará no avanço de suas habilidades de violão. Você pode ter lutado com algumas coisas em sua prática até então, como aprender a usar seu mindinho e mudar acordes, mas todos os desafios anteriores aos acordes com pestana eram relativamente fáceis de superar.

Os acordes com pestana envolvem o uso de um dedo para segurar várias cordas. Se você é iniciante, pode se sentir intimidado por acordes com pestana, porque exigem muita força na sua mão preocupada. No início os acordes com pestana são difíceis de aprender. Por esse motivo, muitos iniciantes tentam evitar tocar músicas que as exijam, mas você nunca aprenderá a tocá-los a menos que você insista em aprender. 

Você deve dedicar uma parte de cada prática a trabalhar nelas e aprender músicas que tenham acordes simples. Os acordes com pestana ficarão mais fáceis à medida que sua mão se agitar ficar mais forte, e depois de tocá-los por alguns meses, você se perguntará qual era o problema.

Erro Nº 4 – Consultando Muitas Fontes

Muitos iniciantes no violão cometem o erro de pular de um vídeo do YouTube para o outro, ler artigos por toda a Internet e em revistas de violão, alternar entre vários cursos on-line etc. Isso é especialmente verdade quando eles ficam presos em alguma coisa e trocam as fontes de aprendizado em uma tentativa de facilitar as coisas.

Atualmente, com tantos caminhos diferentes disponíveis para aprender a tocar violão, você corre o risco de sobrecarga de informações. Em vez de encontrar as respostas que você procura, essa abundância de informações pode sobrecarregar e paralisá-lo. Para melhorar como músico, você precisa manter o foco e a dedicação. 

Encontre um professor ou um curso on-line como este com um plano de aula claro e abrangente e cumpra-o. Se as coisas ficarem difíceis, persista. Nem sempre procure uma saída fácil, que só o manterá preso. Cada desafio que você supera ajudará a torná-lo um músico melhor.

Como indicação de um excelente material te oriento nosso Dicionário de Acordes Para Violão. Nele você terá disponível todos acordes para violão (todos mesmo) com desenho dos acordes nas mais variadas posições que ele possui. O primeiro Dicionário 100% Digital e o mais completo no mercado. E como curso indico o do professor Fábio Amarin; Fórmula do Violão. Totalmente didático, completo e prático. E o melhor ainda, como o Dicionário de Acordes Para Violão, o preço é bastante acessível. Vale a pena conferir. Ambos disponíveis em nosso site.

Erro Nº 5 – Ser impaciente

Depois de descobrir o segredo para tocar o violão com boa técnica, ficará mais fácil progredir mais rapidamente como músico. No entanto, é igualmente importante perceber que, em algum momento, não há como acelerar a taxa de seu progresso para um nível mais rápido do que o natural. Como uma semente que você coloca no chão, na esperança de um dia vê-la se transformar em uma árvore frutífera, não importa o quanto você tente acelerar o processo, existem alguns estágios de crescimento que simplesmente não podem ser ultrapassados ​​em um determinado ponto.

Infelizmente, muitos músicos não percebem a verdadeira importância da paciência no processo de melhoria de suas habilidades musicais. Como resultado, muitos ficam frustrados com muita rapidez e começam a duvidar de seu potencial de melhorar se não conseguirem ver os resultados dentro de um prazo definido arbitrariamente. Quando os resultados irreais não são alcançados rapidamente, isso leva a uma mentalidade negativa que apenas o desencoraja de praticar. Depois que o treino termina, é apenas uma questão de tempo até que seu violão acabe no fundo de um armário.

DICIONÁRIO DE VIOLÃO 100% DIGITAL

Para superar esse problema, perceba que a jornada para se tornar um grande músico é um processo sem fim e que você tem o tempo de sua vida para desenvolver suas habilidades musicais. Limpe sua mente de quaisquer prazos auto-impostos e dedique sua energia a praticar da maneira mais eficaz possível. Esta é a única maneira verdadeira de progredir.

Erro Nº 6 – Prestar Pouca Atenção Ao Tempo E Ao Andamento

A música é tudo sobre ritmo, mas muitos iniciantes no violão não conseguem manter uma batida constante. Um senso de ritmo é essencial para todo músico. Se você quer tocar em uma banda ou apenas se acompanhar enquanto canta, você deve permanecer no tempo ou nunca parecerá bom. Seus colegas de banda se cansam rapidamente de você sempre perdendo a noção de onde você está e não está sincronizado com eles, e quem escuta terá dificuldade em apreciar a música se você não conseguir manter um ritmo constante.

Seguir uma batida (ou pulsação) é uma habilidade realmente fácil de aprender. A ferramenta mais simples de usar é um metrônomo. Você pode sair e comprar um, ou usar um metrônomo on-line. Usar um metrônomo regularmente durante a prática desenvolverá sua capacidade rítmica até que você possa contar perfeitamente a batida na sua cabeça enquanto estiver tocando. Passe algum tempo toda vez que se sentar para praticar o trabalho de habilidades rítmicas e tocar junto com um metrônomo. Tocar torna-se muito mais fácil quando você pode acompanhar uma batida corretamente.

Erro Nº 7 – Tentando Tocar Muito Rápido, Muito Lento

Pode parecer estranho listar tocar rápido demais como um mau hábito, mas isso é algo demais para muitos músicos novos. Muitos iniciantes no violão pegam o instrumento e esperam poder tocar semicolcheias logo de cara. Mas o andamento acelerado não é algo que você deveria estar buscando, pelo menos não inicialmente. O andamento rápido, acelerado, é na verdade um subproduto de muita e muita prática. Você precisa aprender a controlar seus dedos e realizar movimentos precisos que só podem ser aprendidos em velocidades lentas. Quando seus dedos começarem a se acostumar com a violão, você acelerará naturalmente, sem nem tentar. Uma das coisas mais importantes que você precisa entender é que tocar devagar, mas corretamente, é muito mais importante do que tocar rápido, mas desleixado.

Tocar muito rápido também se aplica a percorrer as lições sem dominá-las. Ficamos tão empolgados com a ideia de tocar todas as nossas músicas favoritas que passamos por todas as técnicas essenciais a uma velocidade ofuscante, para que possamos chegar às “coisas boas”. Infelizmente, você não pode pular o que precisa saber e esperar reproduzir o que deseja. Quando os iniciantes no violão tentam aprender acordes pela primeira vez, geralmente não gastam o tempo necessário para aprender corretamente os acordes antes de passar para o próximo acorde. Com o tempo, esses pequenos erros se transformam em jogadas muito desleixadas que, no final, apenas o atrasam.

O quão bom músico você se torna no futuro depende completamente de como você pratica agora. Não pule o que você acha que é o “material chato”, para que você possa chegar ao “material bom”, porque você precisa do “material chato” para poder reproduzir o “material bom”. Tome seu tempo aprendendo uma música e não tente fazer muita coisa de uma só vez. Aprenda um compasso de cada vez e certifique-se de aperfeiçoá-lo antes de passar para a próximo. Se você se apressar nos exercícios, ou não fizer nenhum exercício, não poderá se desenvolver completamente como músico. Você pode não querer aprender sobre escalas, acordes ou exercícios quando estiver iniciando, mas pergunte a qualquer músico experiente e eles lhe dirão o quão importante são essas dicas.

Erro Nº 8 – Escondendo-se Com Seu violão

Os novos músicos naturalmente terão vergonha de tocar na frente dos outros, mas isso é muito importante. Além de fornecer uma onda saudável de adrenalina, tocar na frente de outras pessoas oferece um objetivo a curto prazo, abre os olhos para as coisas em que você precisa trabalhar e fará com que você se sinta incrível depois.

Claro, você não precisa tocar em shows como iniciante ou mesmo como músico intermediário. Estranhos não perdoam. Comece com sua família e comece a tocar na frente de seus amigos. Os aplausos e elogios que você recebe de um público solidário, até mesmo algumas críticas construtivas oferecidas com delicadeza, ajudarão a motivá-lo a praticar ainda mais.

Você não quer apenas tocar pelos outros, mas também quer tocar com eles. Este é um pouco mais difícil de conseguir, mas tocar com os outros pode ser um dos métodos mais benéficos para elevar o seu jogo ao próximo nível. Obviamente, você precisa ser capaz de tocar em um nível intermediário sólido, mas se conseguir encontrar outro músico para tocar com, ou melhor ainda, uma banda inteira, realmente começará a avançar.

Em nosso post 4 SUPERDICAS PARA COMEÇAR A TOCAR VIOLÃO E TECLADO NA IGREJA você encontrará dicas super valiosas para te ajudar a vencer esse bloqueio.

Erro Nº 9 – Evitando a Teoria

Muitos músicos iniciantes no violão evitam a teoria da música porque acham que a teoria matará sua criatividade quando, na verdade, o oposto é verdadeiro. Se você está se sentindo paralisado e não sabe progredir como músico, na maioria das vezes tudo o que precisa é de uma melhor compreensão da teoria musical, a fim de obter ganhos significativos em sua execução. Você pode chegar tão longe sem pelo menos um conhecimento rudimentar da teoria. Saber um pouco sobre estruturas de acordes, escalas, centros-chave e tonalidade e como todas essas coisas se relacionam e funcionam juntas é um aspecto crítico de ser um músico completo. A teoria o ajudará a entender o que você está tocando e fornecerá uma paleta de tons mais ampla a partir da qual criar e tocar música.

Entenda que ao falarmos de teoria não estamos dizendo especificamente de “ler partitura”. Teoria vai muito além disso de notação musical; ela envolve a estrutura dos acordes, as nomenclaturas, os campos harmônicos, as tonalidades, as escalas, etc. 

A teoria da música nunca deve ser vista como um conjunto de regras que devem ser seguidas sem questionar. Em vez disso, deve ser considerada uma observação profunda e evolutiva de como a música funciona e as relações entre ritmo, estrutura, melodia, harmonia etc. A teoria musical deve ser usada como uma ferramenta para ajudá-lo a tocar. Mesmo uma compreensão da teoria musical mais simples pode ajudar os músicos iniciantes no violão a entender os conceitos que eles estão tentando aprender com mais rapidez e facilidade, por isso não seja muito rápido para se esquivar dela.

Erro Nº 10 – Esperando Milagres

E, finalmente, saiba que são necessários anos de prática e dedicação para se tornar um músico a par de alguns de seus heróis. Provavelmente, você não nasceu um prodígio de violão. As chances são de que você terá que trabalhar e trabalhar duro para ser um bom músico. Portanto, não se compare a nenhum dos garotos bruxos por aí e fique desencantado quando não estiver à altura.

Não faz sentido se comparar com outro músico. Sempre haverá alguém que tenha uma técnica melhor, um entendimento mais profundo da teoria, da percepção do tom, conhece mais músicas ou estilos diferentes do que você. Ninguém é dono de tudo. Não existe um “melhor músico do mundo”. Os músicos que se destacam são os que transcendem os gêneros e criam seu próprio estilo. Além da proficiência e habilidade técnica, seu objetivo em aprender a tocar violão deve ser o de desenvolver um gosto e um estilo musicais exclusivamente seu. Quando você começa a ter aulas, imagina uma pirâmide, com anos praticando e pagando suas dívidas na base e trabalhando para dominar no topo. O que você precisa fazer é inverter essa pirâmide. Quanto mais você aprende a tocar violão, mais percebe o quanto precisa aprender e quanto capacidade ainda tem para isso.

Reserve um minuto e analise sua próxima sessão de treinos para considerar se algum dos erros listados aqui se aplica a você. Embora exista uma série de maus hábitos, os músicos iniciantes no violão precisam estar atentos (posicionamento correto do polegar, segurando o violão corretamente, se escondendo atrás do equipamento etc.), esses dez gerarão grandes resultados em sua execução, caso sejam hábitos que você corrige com sucesso. Se você souber quais erros está cometendo e quais hábitos precisa quebrar, seus esforços de prática se tornarão mais eficazes e você avançará muito mais rapidamente em direção a seus objetivos como músico.

DICIONÁRIO DE VIOLÃO - COMPRE AGORA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *